Comparador de cursos universitários

Ainda não adicionou cursos ao comparador.
Utilize o motor de busca e compare cursos

Estudar em Espanha

Cultura e tradições

A situação geográfica da península Ibérica transformou-a em uma ponte natural entre as culturas da Europa, da África e do Mediterrâneo. Na Espanha habitaram os celtas, os iberos, os gregos, os romanos, os fenícios, os cartagineses, os visigodos, os muçulmanos... Todos eles deixaram uma enorme quantidade de vestígios arqueológicos que perduram até nossos dias e que compõem o rico patrimônio histórico e cultural do país.

Na Espanha você pode encontrar jazidas com arte rupestre únicas no mundo, diversos castelos, catedrais, cidades e povoados medievais e até modernos e vanguardistas edifícios como a Ciudad de las Artes y las Ciencias de Valencia ou o museu Guggenheim de Bilbao.

diversidade geográfica do país propiciou o surgimento de manifestações culturais regionaisque são motivo de orgulho de seus habitantes e se manifestam nas representações artísticas, festividades, música, língua e gastronomia de cada território. Fato é que, além do espanhol, na Espanha há vários idiomas cooficiais, como o basco, o catalão, o galego e o valenciano.

Falando em gastronomiaa variedade também é notável. O prato espanhol por excelência é atortilha de batata, tanto que em outros países europeus ele é conhecido como tortilha espanhola. Por sua vez, a sangria é a bebida mais famosa. Convive com estes uma infinidade de pratos regionais como a paella valenciana, o cozido madrilenho, a fabada asturiana, o gazpacho andaluz, o polvo à galega, etc.

Festividades

diversidade cultural da Espanha faz com que as manifestações festivas sejam muito diferentes em todo o território e que, no entanto, convivam com comemorações comuns em todo o país. Ainda que legalmente a Espanha seja um estado laico, a maior parte das festas populares e tradições espanholas tem origem católica, que às vezes se combina com tradições pagãs e lúdicas.

O ano começa com as tradicionais badaladas de Ano Novo, durante as quais se come doze uvas para iniciar o ano com o pé direito. Conta-se que a tradição se popularizou em 1909 quando após uma colheita com excedentes de uvas os agricultores decidiram livrar-se delas vendendo-as como uvas da sorte.

Outra comemoração muito enraizada na Espanha é a Semana Santa. Esta festa é comemorada no final de março ou em abril (na primeira lua cheia após o equinócio da primavera) e rememora a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo por meio de procissões e diferentes atos de grande interesse turístico.

No verão multiplicam-se as festividades locais. Até os menores povoados desfrutam de três ou quatro dias de festa onde a alegria invade as ruas que se enchem de bailes, jogos e espetáculos para todas as idades. Muitas destas festas coincidem com a Assunção da Virgem, que se celebra em 15 de agosto. Outras localidades postergam-nas até o fim do mês ou início de setembro pela tradição histórica de fazê-las coincidir com as colheitas.

Os Sanfermines de Pamplona, as Fallas de Valencia, a Tomatina de Buñuel, a Feira de Abril de Sevilha, as festas do Pilar de Saragoza, os Carnavais das Canárias, a Descida do Sella em Astúrias ou os Mouros e Cristãos de Alicante são apenas alguns exemplos dos milhares de comemoraçõesque se distribuem por toda a geografia espanhola ao longo de todo o ano.

Se quiser saber mais sobre a cultura e a sociedade espanhola, você vai encontrar informação abundante no site de turismo Spain.info.

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.