Comparador de cursos universitários

Ainda não adicionou cursos ao comparador.
Utilize o motor de busca e compare cursos

Estudar em Hungria

Questões financeiras

Comparado com o resto da Europa Ocidental, estudar na Hungria é bastante barato devido aos reduzidos preços das matrículas da universidade e da hospedagem . O preço dos estudos varia de uma instituição para outra, até mesmo de um curso para outro. Salvo algumas exceções, as graduações costumam custar 1.000 euros por ano e os mestrados, 3.000 eurosMedicina, farmácia e odontologia têm preços superiores se comparados com outros cursos.

Quando você for à Hungria deve saber que a moeda é o florim húngaro (HUF); assim, é preciso trocar dinheiro. Se você não trocou em seu país antes de sair, chegando à Hungria é possível fazê-lo em casas de câmbio, hotéis e bancos. Tenha cuidado com as comissões, pois variam muito dependendo do lugar. Nos lugares mais turísticos de Budapeste também é possível pagar em euros.

Para ajudar a cobrir os gastos de morar em um país estrangeiro, enquanto estiver na Hungria você pode solicitar bolsas ou trabalhar. A seguir explicamos um pouco mais sobre estas duas possibilidades de financiamento. 

Bolsas

governo húngaro financia algumas vagas de universidade, o que significa que os estudantes não precisam pagar a matrícula completa, mas apenas uma pequena parte. Os estudantes da União Europeia têm direito a solicitar uma destas vagas da mesma forma que os estudantes húngaros, o que é uma boa oportunidade para reduzir os gastos de sua estadia na Hungria.

No departamento de relações internacionais de sua universidade você pode se informar sobre o procedimento para solicitar alguma destas vagas. No entanto, saiba que nos últimos anos o governo realizou muitos ajustes, reduzindo consideravelmente o número de vagas disponíveis. Assim, é fácil ficar sem uma delas.

Algumas universidades também oferecem descontos na matrícula do primeiro ano aos alunos com boas notas ou dispõem de auxílios para estrangeiros. Informe-se em sua universidade, pode ser que esta seja outra via de financiamento.

Você também pode procurar auxílios ao estudo no portal de bolsas da Universia, que traz inúmeras oportunidades que podem ser filtradas segundo o país de origem, nível ou área de estudos e tipo de entidade que convoca.

Trabalho

Os estudantes estrangeiros podem trabalhar até 24 horas semanais enquanto estiverem matriculados na universidade. Os procedentes da União Europeia, devido à legislação comunitária, não têm limite no número de horas.

No entanto,encontrar um trabalho na Hungria sem falar húngaro é difícil. Os salários também são baixos, sendo que chega-se a pagar de 2 a 3 euros por hora nos típicos trabalhos de estudante. Muitos estudantes estrangeiros aproveitam as férias de verão para voltar para seus países e trabalhar durante esse tempo e depois voltam para a Hungria com dinheiro no bolso.

Ainda assim, se quiser procurar trabalho, consulte portais de emprego na Internet como:

 

Aviso de cookies: Nós usamos cookies próprios e de terceiros para melhorar os nossos serviços , para análise estatística e para mostrar publicidade. Se você continuar a navegar considerar a aceitação de seu uso nos termos estabelecidos nos Política de Cookies.